Casacos de pele estão com os dias contados na moda internacional?

A London Fashion Week, realizada em setembro, foi a primeira semana de moda no mundo a banir peles de animais. Ativistas ficaram eufóricos.

Poucas semanas depois, Los Angeles votou pelo banimento da produção e venda de pele na cidade, tornando-se a maior cidade americana a tomar a iniciativa. Será que a pele animal – o material mais controvertido da moda – finalmente está com seus dias contados?

Parece que sim. Casas de luxo têm seguido a tendência de banir o material. A Burberry, gerenciada por Riccardo Tisci, tomou a posição apenas um dia antes do evento londrino. Gucci, Michael Kors, Tom Ford, John Galliano, Maison Margiela, Jimmy Choo e Versace o fizeram nos últimos dois anos. Stella McCartney, rainha incontestável do luxo sustentável, nunca trabalhou com peles.

Em junho, a gigante online de luxo Yoox Net-a-Porter, que vende para alguns dos maiores clientes de pele, como a China, anunciou que não venderá peles reais e cita o feedback de seus clientes como argumento.

Leia a matéria completa neste link.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts