Saravá e os Pretos Velhos

Não queremos endeusar nenhuma entidade ou divindade e sim prestar uma sincera homenagem aqueles que trabalham no plano espiritual e físico de forma amorosa e sábia, instruindo os irmãos de jornada evolutiva em diversas correntes espiritualistas.

Temos o senhor de cabelos brancos, negro e que fuma o seu cachimbo inspirando confiança e sabedoria. Os povos antigos do continente africano são portadores de grandes experiências de vida e no entanto tem pouco reconhecimento no ocidente, então é com muita alegria, que prestamos a justa homenagem.

Você poderá conhecer um pouco mais sobre o trabalho desempenhado pela corrente espiritualista da Umbanda no livro Tambores de Angola e no Canal do Jefferson Viscardi (Diálogo com os Espíritos), lá ele entrevista e faz estudos com diversos espíritos que são canalizados através dos médiuns.

Hoje eu me despeço com o tradicional Saravá!

Saravá que é derivado de salvar pronunciado pelos escravos, com o tempo acabou ficando saravá. Esse termo é, portanto, uma saudação e um mantra que pode fixar ou dissipar determinadas vibrações energéticas. Uma ultima questão sobre a palavra Umbanda, após o Congresso de 1941,declarou-se que "umbanda" vinha das palavras do sânscrito aum e bhanda, termos que foram traduzidos como "o limite no ilimitado", "Princípio divino, luz radiante, a fonte da vida eterna, evolução constante".

Deixo abaixo 3 links para vocês conhecerem um pouco mais sobre a sagrada Umbanda.

Canal Dialogo com os Espíritos
PDF do Livro Tambores de Angola
​Canal Mata Verde (Umbanda)

Não esqueça de curtir a nossa página! Saravá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts